11 de jan de 2011

Bélgica

"O Mundo por Brasileiros" colocou a mochila nas costas e foi conhecer a Bélgica. Em um roteiro de quatro dias é possível visitar as principais cidades do país e os pontos turísticos da  Capital Bruxelas. O melhor desta viagem é fazer todo o percurso a pé e usar o transporte público somente em deslocamentos maiores, como nas visitas para as cidades de Antuérpia (Antwerpen), Gante (Gant) e Bruges (Brugge).

Apesar de ter ido de carro para essas cidades, pois estava na companhia da amiga belgo-brasileira An Coppens e seu esposo, o brasileiro e amigo Dante Cavalcante, é muito fácil o deslocamento de uma cidade a outra. As estradas são muito bem sinalizadas. É muito fácil achar o caminho. E, caso esteja perdido, será por pouco tempo. É fácil também se achar, pois as cidades são muito pequenas.

Recomendo que você elabore seu roteiro de quatro dias na Bélgica da seguinte forma: 

1º dia - Bruxelas
2º dia - Antuérpia e Gante
3º dia - Bruges
4º dia - Bruxelas

Mapa da Bélgica

Foi assim que aproveitei os dias na Bélgica, mas claro que esse roteiro pode ser alterado. Isso fica a critério de cada mochileiro. O quarto dia em Bruxelas é bom porque você pode recordar a Gran Place e outros locais interessantes da cidade. Então, vamos mochilar!

Assim que chegar na Bélgica, corra para um daqueles postos de atendimento ao turista e pegue logo seu mapa. Somente na cidade de Bruges paga-se € 0,50 pelo mapa, nas demais o mapa das cidades é gratuito.

Se você já está na Europa, preste atenção para as ofertas das passagens aéreas da Ryanair e EasyJet. Mas também uma viagem de trem é muito interessante. Recomendo os trens que operam no modo "Inter Cidades", pois são mais baratos que as demais empresas. Para verificar as tarifas dos trens na Bélgica, acesse http://www.b-rail.be.

Eu no trem... 


BRUXELAS
1º DIA

Nosso primeiro dia começa com a visita a um parque afastado do centro da cidade, o Domaine 'Osseghem, onde você pode conhecer o Atomium, uma das mais visitadas atrações em Bruxelas, localizada na Boulevard du Centenaire/Eeuwfeestlaan. Cinco das nove esferas estão abertas ao público e contêm diferentes exposições. O acesso a cada uma delas é feito pela escada rolante, disponibilizada pelas ligações entre as esferas.

No Atomium

www.atomium.be
Tarifas: €4 - €11


Depois de uma visita rápida, vamos seguir para o centro de Bruxelas. Isso mesmo, para a Gran-Place. Ao chegar lá, você vai se sentir surpreso com tanta beleza. O local é o centro da antiga cidade e tem o formato de um retângulo (110m x 68m). Todas as constuções na Gran-Place/Grote Markt são exuberantes e é muito importante fica atento aos detalhes nos prédios. Uma dica é escolher qualquer café e fazer uma pausa. Vale a pena.


 Bruxelas, Grand-Place


Bruxelas, Grand-Place


Gostou da Gran-Place? Mas Bruxelas ainda guarda outras coisas interessantes. De olho no mapa, vamos seguir pela Rue de L'Etuve/Stoofstaat e encontraremos o "Manneken-Pis" ou, simplesmente, o "menino mijão". Querendo ou não, é uma das atrações mais engraçadas de Bruxelas. É interessante observar as pessoas que fotografam o "menino".

 Manneken-Pis

Manneken-Pis é uma das atrações de Bruxelas

Continuando nossa viagem, vamos pegar a Rue d. Grands Carmes/Lievevrouwbroersstraat, a qual fica de esquina à Rue de L'Étuve e chegaremos na Rue du Midi/Zuidstraat e seguiremos pela direita, passaremos pelo Bourse/Beurs, seguiremos adiante até a Place de La Monnaie/Muntplein.

Pegaremos a Rue du Fossé aux Loups/Wolvengracht em direção a Catedral de Bruxelas. Local que considero imperdível em Bruxelas. Você deverá passar pela Boulevard de Berlamont/Berlamontlaan e verá a Catedral. A visita é gratuita.

Catedral

Ao sair da Catedral, faça parte do caminho de volta, passando pela Rue d'Assaut/Stormstraat e entre à esquerda na Herbes Potagères/Warmoesberg. Encontrará uma galeria. Entre! É convidativa, ainda mais que ao sair dela, no outro extremo, você estará novamente na Gran-Place. Lá, haverá uma praça chamada Agora. Nela, localize-se e siga em direção a Rue de Madeleine/Magdalena steenweg até chegar na Place de L'Albertine/Albertinaplein.

Aproveite o seu dia!

Depois voltaremos para explorar mais Bruxelas. Isso é apenas o começo!

*Aconselho você a procurar um supermercado e comprar água, suco, pão, queijo e outro complemento. Coloque seu nome no rótulo de cada produto e use a geladeira do hostel em que está hospedado. Isso é uma prática comum entre os mochileiros. Depois, você vai agradecer!


ANTUÉRPIA
2º DIA

O nosso segundo dia começa cedo. O importante de mochilar pela Europa é saber que é preciso acordar cedo para aproveitar tudo o que a cidade tem a oferecer. É como ir para o trabalho junto com os moradores da cidade. Então, levante cedo, tome um bom café da manhã, coloque água, chocolates (afinal você está na Bélgica!!) faça sanduiche e lembre-se de ter colocado a bateria da câmera para carregar. Com meias limpas e pés relaxados, vamos seguir viagem.

O segundo dia será dividido em dois destinos: Antuérpia e Gante. Considerando a sua hospedagem em Bruxelas, siga para a estação de trem mais próxima e compre o bilhete - somente ida - para Antuérpia. Os valores podem ser conferidos em (endereço da empresa de trem da bélgica). O trajeto até Antuérpia pelo trem Inter Cidades dura cerca de 30 minutos. Procure sair de Bruxelas às 9h para chegar em Antuérpia às 9h30, horário de funcionamento do posto de informação ao turista. Desta forma você não corre o risco de chegar e perder tempo para obter o mapa da cidade.

Na Estação de Antuérpia


Na Estação Central (Antwerpencentraal), saia com destino a De Keyserlei em direção a Meir. Essa é a sua indicação para o centro da cidade e ao Schelde, o rio de Antuérpia. Pelo caminho, passará por várias lojas. Você encontrará a Groen Plaats e siga em direção a Oude Koormarkt/Suikerrui. Neste caminho, veremos a catedral de Antuérpia e, às margens do Rio Schelde, o Steen, ou o castelo que traz a lenda de origen do nome da cidade, com o gigante e sua mão cortada.


Grand-Place de Antuérpia


Groen Plats


Castelo de Antuérpia


Fazendo o percurso de volta até a estação central, você pode optar para visitar o Museu Provincial do Diamante, em frente à estação. Depois, siga sua viagem para a cidade de Gante.


GANTE
2º DIA

Contiuando a viagem pela Bélgica, chegou a vez de marcar no mapa a cidade de Gante (Gant). Compre o bilhete do trem. Durante a viagem, aproveite para almoçar. Tire seu sanduiche e seu suco da mochila e coma a vontade. Perca a vergonha. Deixa de frescura! Esse é o seu almoço.

Chegamos em Gante depois de XX minutos. Lá, deve conhecer o Gravensteen ou Castelo dos Condes de Flandres. A visita custa €8. Como muitas cidades na Europa, você volta ao passado apenas com um simples bilhete. O castelo é uma boa aula de história. A visita é independente. Você recebe um guia auto-explicativo em Holandês, Francês, Alemão e Inglês.

Vista do Gravensteen

Seguindo as setas, você chegará ao topo do castelo e terá uma visão geral de Gante. Por este motivo a Gravensteen torna-se imperdível.

Torre do castelo


No passei pelos jardins



Depois, aproveite para fazer um passeio pela cidade. O importante é conhecer Gante assim: com uma caminhada para ver o cotidiano dos habitantes. Se quiser, aproveite para jantar em Gante ou quando chegar em Bruxelas. A escolha é sua.

Lembre-se de ficar atento aos horários dos trens para Bruxelas e evitar contratempos à sua viagem.


BRUGES
3º DIA

Mais um dia começa e estamos pronto para continuar nossa viagem pela Bélgica. O esquema é o mesmo: mochila com comida, água, chocolates, barras de cereal... As meias limpas são importantes! Nosso destino será Bruges. Agora, é preciso sair mais cedo. O tempo para chegar a Bruges é de, no mínimo, 52min. No guichê da estação em Bruxelas, pergunte sobre os descontos para a compra dos bilhetes de ida e volta e os adquira logo. Recomendo você voltar depois das 18h. Você saberá o porquê.

Chegou em Bruges? Então, o dia é todo seu. Não especifico locais. Ande muito pela cidade. Ela é pequena, mas caminhe bastante como se estivesse a bisbilhotar aquela caixa secreta que sua avó ou seu avô guardava. Vá com calma, fotografe muito (por isso a máquina não pode falhar), compre postais, tome um café, um chocolate quente, coma Massepain. Bruges é totalmente sua.


Bruges I


Encontre o Maurício na foto!



Praça de Bruges



Jardim em Bruges


BRUXELAS
4º DIA

Nossa viagem está chegando ao fim. Cansou? Ainda tem mais! Agora o outro lado de Bruxelas. Com o mapa novamente em mãos, chegou a hora de conhecer o Palais de la Nation/Paleis der Natie. Nosso ponto de partida é a Rue de la Loi/Wetstraat. Entre para conhecer o Parc de Bruxelles/Warande e depois siga em direção ao Palácio. As visitas estão disponíveis gratuitamente e são realizadas em francês, holandês e inglês. O acesso ao prédio acontece pela rua de trás, na Rue de Louvain/Leuvense weg. Identifique-se e visite o prédio. Não é permitido fotografar e, ao final da visita, você ainda pode ganhar DVD´s que explicam o regime político da Bélgica.

Palácio da Nação da Bélgica


Após a visita, o guia do Palácio nos acompanhará até a porta e sairemos exatamente em frente ao parque! Seguiremos pela esquerda. Podemos guardar o mapa e caminhar. Ao chegarmos na Rond-Point Robert Schuman/-Plein, avistaremos o Parc du Cinquantenaire/Jubelpark. Quando visitei o parque era inverno. Imagina esse parque nas outras estações?

Aproveite para fotografar

Parque do Cinquentenário



Arcos do parque


Passando pelos arcos

Ao nosso lado esquerdo estará o Museu de Armas e História Militar. A entrada é gratuita. A ala mais interessantes é a história da aviação. À frente está o Autoworld ou Museu do Automóvel. Uma história interessante sobre rodas. A entrada custa €6.

Após as visitas, continuamos até o fim do parque e seguimos pela direita, no sentido da Avenue des Nerviens/Nerviërslaan até chegarmos ao Parc Leopold/Leopoldpark. Entrada obrigatória. Aos poucos vamos achar o caminho que irá nos levar ao Parlamento Europeu. As visitas são gratuitas e é realizada em todos os idiomas dos 27 Estados-membros da União Europeia.

Uma visita imperdível.

No Hall do Parlamento Europeu

Em seguida, seguiremos em direção a Place du Luxembourg/Luxemburgplein até chegarmos na Place du Trône/Troonplein. De lá, avistaremos o Palais Royal/Koninklijk Paleis. Percorreremos a lateral do Palácio Real e encontraremos a Place Royale/Koningsplein.

A poucos passos, estará novamente na Grand-Place.


* Esse roteiro foi elaborado com base na hospedagem em Bruxelas e para 4 dias de viagem. Eu fiquei hospedado na casa dos amigos An Coppens e Dante Cavalcante, na cidade chamada Schoten, próxima à Antuérpia. Eles me acompanharam nesse roteiro, exceto no último dia em Bruxelas.

** Para os jornalista que possuem a Carteira Internacional de Imprensa (International Press Card) a entrada nos museus é gratuita.

*** roteiros eu fui acompanhado pela amiga An Coppens e seu esposo, o amigo Dante Cavalcente, natural do Ceará.

12 comentários:

  1. Amazing!!!!!Estou tão feliz por vc!!! Parabéns! Que bom que seus sonhos estão virando realidade. Beijão

    ResponderExcluir
  2. Que lindas as fotos!! Aproveitaaa!!
    bjus

    ResponderExcluir
  3. Lindas fotos, Bélgica é muito lindo mesmo, Você poderia ir a Liége onde é uma cidade um pouquinho longe de Bruxells mais é linda demais, em tempo de inverno tem uma cidade ( Descupe mais esquecir o nome rs'), onde pode esquiar, ver a paisagem pe linda parece que é outro mundo !


    Belas fotos espero ver mais !!!

    rs'

    Lembranças.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jucileia! Obrigado pelo comentário. Infelizmente não tive condições de conhecer Liége. Mas isso é motivo para voltar a Bruxelas! Grato pela dica! Abraços e boa viagem!

      Excluir
  4. A Bélgica em sí é muito lindo .. adorei as fotos *--* .


    Boa sorte !

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Eu estarei indo para Bélgica final desse ano. Estou muito ansioso para ir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mateus! Tudo bem? Espero que goste da Bélgica. E lembre de comprar no supermerado uma tradicional pasta belga: speculoospasta, feita com canela. É bom demais! Compre o biscoito também, da marca Lotus. Aproveite também para conhecer Amsterdam. Pertinho, pertinho... Desde já, boa viagem! Abs!

      Excluir
  6. Achei interessante o roteiro, ele via ser útil, pois estarei indo para Bélgica no dia 04/06. Obrigado por compartilhar suas experiências de viagem.

    ResponderExcluir
  7. Oieeee....É possível fazer Antuérpia e Gante no mesmo dia????

    ResponderExcluir
  8. Oi Paulinha! Eu acho que você pode fazer isso sim, mas corre o risco de conhecer às pressas. Recomendo que veja o horário de saída dos trens em cada uma das cidades, o tempo de viagem para ir e voltar e do local onde vc estará hospedada. Os trens são pontuais. Então, tem como se programar. Nesse caso, sugiro que coloque Antuérpia como primeiro destino do dia. Porque você conhece bem rápido e segue para Gent. Boa viagem!

    ResponderExcluir
  9. Opa, blz?! Acabei de descobrir o seu blog fazendo uma busca por Belgica em poucos dias, no esquema quase mochileiro.. hehehe... parabéns pela iniciativa e pelo seu relato, servirá de grande ajudar na definição do meu roteiro pela Belgica também. Estamos pensando, eu e minha esposa em ficar 3 dias na Bélgica como um todo, incluindo conhecer Brugges, você acha viável?
    Gde abraço.
    Fabrício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fabris! Tudo bem? Que bom que o blog ajudou a traçar o seu roteiro pela Bélgica! Fico feliz. E adianto que será uma viagem espetacular! Mas uma coisa, aconselharia a você ficar 4 dias na Bélgica, porque deve-se levar em conta o horário da sua chegada e da sua saída, incluindo o trajeto do aeroporto ao hotel ou hostel. Caso chegue lá de trem, fica mais fácil, porque as estações ficam localizadas no centro da cidade. Daí, você e sua esposa terão apenas 2 dias para curtir. O melhor seria 1 dia em bruxelas, 1 em bruges e outro em antuérpia ou gent. Dá uma olhada nos horários e tenta conciliar o tempo de viagem para cada uma dessas cidades. Não adiante fazer um tour corrido só para tirar fotos, né mesmo? Outra coisa que eu não coloquei, mas que vale a pena parar para apreciar: o Speculoospasta. Compra um poste dessa pasta de canela (da marca Lotus) no supermercado. É uma guloseima boa demais! Abração e boa viagem!

      Excluir